Iconografia
Conheça itens do acervo do Centro de Estudos FamilyD. Mapas, esculturas, reproduções: por aqui você conhecerá um pouco da nossa coleção orientalista e saberá como essas peças ajudam a contar parte da história do Líbano, do Oriente Médio, sua cultura ou a forma como eram vistos pelos ocidentais. Confira.
 Localizar     



Mapa de Sebastian Munster, século XVI : Palestina, Síria e Mesopotâmia
Acervo digital

Mapa finamente colorido da Síria, Terra Santa, Chipre e região, de uma das primeiras edições da Cosmografia (Cosmographia) de Munster.

Sebastian Münster (1489 - 1552) foi um matemático e linguista, professor de hebraico na Universidade de Heidelberg e posteriormente na Basileia, onde se estabeleceu em 1529. Em 1528, confeccionou seu primeiro mapa da Alemanha, apelando aos eruditos que lhe enviassem descrições das vilas, cidades e rotas de comércio. Recebeu tantas contribuições que lhe permitiram atualizar e aprimorar os mapas impressos em seu Atlas. Ele foi o primeiro a fornecer um mapa separado para cada um dos quatro continentes conhecidos e o primeiro a separar e imprimir um mapa da Inglaterra. Seus mapas, impressos de blocos de madeira, são muito valorizados por colecionadores. Suas duas maiores obras, a Geographia (nova edição da obra de Ptolomeu) e a Cosmographia, foram publicadas na Basileia por seu enteado, Henri Petri, que continuou a publicar muitas edições após a morte de Munster, por praga, em 1552.

A Cosmografia de Munster foi um dos trabalhos geográficos mais importantes do século 16 e teve um profundo impacto sobre a percepção europeia do mundo moderno durante a segunda metade do século 16. É a primeira descrição alemã do mundo. Ele teve inúmeras edições em diferentes línguas, incluindo latim e francês. A Cosmographia foi um dos livros mais bem sucedidos e populares do século 16. Recebeu 24 edições em 100 anos


A Terra Santa, durante o tempo de Munster, estava sob o domínio do Império Otomano, que em 1486, entraram em uma batalha contra os mamelucos pelo controle da Ásia ocidental e assim conquistaram a Palestina..

Nesse mapa é possível observar toda a região, com destaque para as ilustrações dos cedros e as cidades de Beirute, Tiro, Trípoli e Sidon. Ainda não vemos neste mapa, do século XVI, a identificação de Zahle. Mas observamos que as cidades já são identificadas com desenhos de edificações, enquanto na região da atual Síria, há identificação de tendas, representando tribos nômades.

Aqui no Centro de Estudos temos apenas o arquivo digital, o arquivo impresso está à venda no site RareMaps.com



Matéria completa em:
http://www.raremaps.com/gallery/detail/44013/Syria_Cypern_Pa
lestina_Mesopotamia_Babylonia_zwey_Arabia_mit/Munster.html



voltar

Política de privacidade. ©2014. Criação FamilySites.com.br