Iconografia
Conheça itens do acervo do Centro de Estudos FamilyD. Mapas, esculturas, reproduções: por aqui você conhecerá um pouco da nossa coleção orientalista e saberá como essas peças ajudam a contar parte da história do Líbano, do Oriente Médio, sua cultura ou a forma como eram vistos pelos ocidentais. Confira.
 Localizar     



Damasco e Monte Líbano - Mapa de Georg Braun & Franz Hogenberg, 1588
Acervo digital

Gravura impressionante ilustrando a cidade de Damasco e o Monte Líbano, impressa na edição latina de Civitas Orbis Terrarum de Braun & Hogenberg , de 1588.

A planta mostra os muros fortificados da cidade e vários edifícios, praças públicas, templos e outros locais de interesse.

Damasco é uma das mais antigas cidades continuamente habitadas no mundo. Foi escolhida como a capital do Califado Umayyad de 661 a 750. Após a vitória da dinastia Abassid, a sede do poder islâmico foi transferida para Bagdá. Damasco viu um declínio político ao longo da era Abassid e durante o domínio otomano, a cidade deteriorou-se mantendo porém um certo prestígio cultural.

No início de 1516, os turcos otomanos, cautelosos com o perigo de uma aliança entre os mamelucos e os safávidas persas, iniciaram uma campanha de conquista contra o sultanato mameluco.Nesse período, construíram grandes monumentos otomanos na cidade.


Os otomanos permaneceram em Damasco nos 400 anos seguintes. Devido à sua importância como ponto de partida para Meca, Damasco foi tratada com mais atenção pelo governo central do que seu tamanho poderia ter justificado - durante a maior parte desse período, Alepo era mais populoso e comercialmente mais importante.

No mapa ainda é possível observar uma cadeia de montanhas importantíssima na região e alvo de muitas disputas de tribos: O Monte Líbano.

O Líbano tem sido historicamente definido pelas montanhas, o que proporcionou proteção para a população local. No Líbano, as mudanças de cenário estão menos relacionadas com as distâncias geográficas do que com as altitudes
O Monte Líbano é mencionado no Velho Testamento várias vezes. O rei Hiram I de Tiro enviou engenheiros com madeira de cedro que era abundante no Monte Líbano, para construir o Templo Judaico de Jerusalém. Desde então, a espécie cientificamente conhecida como Cedrus libani - o Cedro do Líbano - é frequentemente associada com o Monte Líbano. Os fenícios usaram cedro para construir navios em que navegaram o Mediterrâneo, assim eles foram os primeiros a estabelecer aldeias no Monte Líbano e viveriam de cortar cedros e enviá-los para a costa.

No século IX, tribos ", ao norte de Aleppo, na Síria, começaram a colonizar a metade sul da cordilheira. Essas tribos eram conhecidas como Tanoukhiyoun e no século 11 converteram-se à fé drusa e governaram as áreas do Monte Líbano que se estendem de Metn, no norte, para Jezzine, no sul. Toda esta área ficou conhecida como a Jabal ad-Duruz. No início do século 17, Emir Fakhreddine ascendeu ao trono na parte Drusa das montanhas. Em um esforço para unificar o Monte Líbano, Emir Fakhreddine abriu a porta para os cristãos e em particular o assentamento maronita.

Ao longo do século 18 e no século 19 mais e mais maronitas se estabeleceram nas regiões drusas do Monte. Os drusos viam estes assentamentos maronitas como uma ameaça ao seu poder no Monte Líbano e em uma série de confrontos nas décadas de 1840 e 1860, uma guerra civil em miniatura irrompeu na área resultando no massacre de milhares de cristãos. Os drusos ganharam militarmente, mas não politicamente, porque as potências européias (principalmente a França e a Grã-Bretanha) intervieram em favor dos maronitas e dividiram o Monte Líbano em duas áreas; Druze e Maronite. Vendo seu declínio de autoridade no Monte Líbano, alguns drusos libaneses começaram a migrar para o novo Jabal ad-Duruz no sul da Síria. Em 1861, o "Monte Líbano" distrito autônomo foi estabelecido dentro do sistema otomano, sob uma garantia internacional.

Ainda hoje, por ser uma região de fronteira, o Monte Líbano é uma região que recebe milhares de refugiados sírios, muitos deles vivendo em condições precárias, mas fugindo da guerra no país vizinho.


Para comprar o mapa, acesse o site Rare Maps: http://www.raremaps.com/gallery/detail/43036/Damascus_urbs_nobilissima_ad_Libanum_montem_Totius_Syriae_Metropolis/Braun-Hogenberg.html




voltar

Política de privacidade. ©2014. Criação FamilySites.com.br