Notícias
Aqui você pode listar notícias e atualidades.
 Localizar   
Compartilhe
Tamanho da fonte



Mediadores se dizem esperançosos com trégua no Líbano
20/6/2007
Após a morte do deputado libanês Walid Eido, mediadores palestinos acreditam em acordo para por fim ao violento conflito

BEIRUTE (Reuters) - Mediadores palestinos estão esperançosos de que em breve haverá um acordo para acabar com um mês de luta entre tropas libanesas e militantes inspirados pela Al Qaeda que estão entrincheirados em um campo de refugiados, disseram fontes políticas na terça-feira.
O campo de Nahr Al Bared é o cenário dos piores confrontos internos no Líbano desde o fim da guerra civil no país (1975-90). Pelo menos 163 pessoas foram mortas, inclusive 74 soldados, e pelo 57 militantes e 32 civis. A maioria dos 40 mil moradores do campo fugiu.
Esforços anteriores de mediação fracassaram, mas uma fonte política palestina disse que os mediadores encontraram na segunda-feira Shahin Shahin, importante membro do grupo militante Fatah Al Islam, para discutir detalhes da trégua.
Depois do cessar-fogo, os militantes recuariam para dentro dos limites do campo, as principais facções palestinas enviariam uma força de 150 homens para Nahr Al Bared, e a Fatah Al Islam anunciaria sua dissolução.
"Há uma clara correspondência por parte da Fatah Al Islam (à proposta)", disse o representante da Jihad Islâmica, uma das facções palestinas, Abu Emad Al Refaie, à TV Al Manar. "Acho que o que foi alcançado agora abre horizontes importantes e positivos para acabar com esta crise."
Os combatentes da Fatah Al Islam abandonaram uma posição nos arredores do campo de refugiados, segundo fontes de segurança. Testemunhas disseram que o bombardeio do Exército recomeçou ao amanhecer e se intensificou mais tarde no lado leste do campo. A TV mostrou fumaça se erguendo de prédios castigados por semanas de ataques.
(Reportagem adicional de Nazih Siddiq em Nahr al-Bared) FONTE: Globo Online



voltar


Política de privacidade. ©2014. Criação FamilySites.com.br