Notícias
Aqui você pode listar notícias e atualidades.
 Localizar   
Compartilhe
Tamanho da fonte



Prefeito de Curitiba apresenta projeto a Michel Suleiman, presidente do Líbano
28/10/2009
O prefeito de Curitiba, Beto Richa, reuniu-se neste domindo, 25 de otubro, em Beirute com o presidente do Líbano, general Michel Suleiman para discutirem futuros acordos de cooperação econômica.

O prefeito de Curitiba, Beto Richa, reuniu-se neste domindo, 25 de otubro, em Beirute com o presidente do Líbano, general Michel Suleiman.

No encontro, Richa e Suleiman trataram sobre futuros acordos de cooperação econômica que podem ser estabelecidos entre a Prefeitura de Curitiba e o governo do Líbano.

“Apresentamos o projeto Tecnoparque e os libaneses ficaram bastante interessados”, disse Richa, acompanhado de uma comitiva de empresários paranaenses.

Outro setor que despertou o interesse das lideranças políticas e empresariais libanesas é a construção civil.

Na reunião, Suleiman destacou que, apesar da crise, o Líbano projeta um crescimento de 7% do PIB em 2009. “O nosso objetivo é estreitar as relações comerciais com os libaneses e atrair novos investimentos para Curitiba e para o Paraná”, disse o prefeito. Richa e a comitiva de empresários paranaenses também visitaram o Parlamento Libanês, onde tiveram uma audiência com o presidente do parlamento, Nabih Berri, e com o primeiro-ministro do Líbano, Saad Hariri.

O primeiro-ministro do Líbano propôs tornar Curitiba e Sur, cidade milenar localizado 100 quilômetros ao sul de Beirute, cidades-irmãs. Richa sugeriu criar um voo direto entre os dois países. “São Paulo-Beirute ou Rio de Janeiro-Beirute”, disse. Atualmente, o voo só é possível com escalas. O vereador Serginho do Posto participou do encontro.

A agenda oficial do prefeito de Curitiba no Oriente Médio inclui novos encontros com líderes políticos e empresariais do Líbano durante a semana. Hoje, Richa terá audiência com o primeiro-ministro do Líbano, Saad Hariri.
O Tecnoparque é um programa voltado para o estímulo ao desenvolvimento da inovação nas empresas. O Curitiba Tecnoparque já registrou a adesão de cerca de 100 empresas.

A proposta é concentrar em um espaço urbano ativos tecnológicos do poder público, iniciativa privada e instituições de ensino. As empresas que aderem ao Tecnoparque têm benefícios fiscais. O programa envolve quatro pólos urbanísticos, localizados principalmente na região Leste da cidade. Nestas áreas estão instaladas as três principais instituições de ensino superior do Estado e vários órgãos dedicados à pesquisa, que reúnem 40 mil estudantes, 3 mil professores e 500 grupos de pesquisadores acadêmicos.

Entre os setores considerados estratégicos para o Tecnoparque estão os de sistemas de telecomunicações equipamentos de informática desenvolvimento de software gestão de dados e distribuição eletrônica de informações pesquisa e desenvolvimento design laboratórios de ensaios e testes de qualidade instrumentos de precisão e automação industrial e de novas tecnologias como o biotecnologia, microtecnologia e saúde.

Fonte: site BemParana.com.br



voltar


Política de privacidade. ©2014. Criação FamilySites.com.br